sábado, 29 de abril de 2017

UMA REVOLUÇÃO DOS TRABALHADORES NESTA HORA CAI BEM

Fora de si com a Greve Geral que parou o país ontem (28/4/17), o prefake playboy de São Paulo João Falso Trabalhador Doria expressou com grande sinceridade o que pensa o empresariado sobre os trabalhadores brasileiros, aqueles mesmos que os carregam nas costas.

Irritado com a força demonstrada pelos trabalhadores na preparação e na realização da Greve Geral de ontem, o prefake riquinho da cidade ganhou espaço na imprensa para falar o que pensa daqueles que o elegeram. Assista ao vídeo a seguir:

Ignorante de elementos básicos que devem nortear a prática de um administrador público eleito pelo voto direto, Doria sequer toma conhecimento de que o direito de greve é consagrado na atual Constituição Federal, que ele está obrigado a cumprir.

Porém agradeçamos a ele a sinceridade, pois sua voz não fala apenas em nome de um prefeito descentrado e mal educado: fala em nome de uma classe social, a burguesia, movida pelo ódio, que decidiu sem dó nem piedade enviar os trabalhadores de volta à senzala.

Em face dessa sinceridade, podemos agir igualmente sem dó nem piedade para com aqueles que nos querem, e a nossos filhos e netos, escravos. Por isso uma revolução dos trabalhadores agora cai bem.

Jeosafá, professor, foi da equipe do 1o, ENEM, em 1998, e membro da banca de redação desse Exame em anos posteriores. Compôs também bancas de correção das redações da FUVEST nas décadas de 1990 e 2000. Foi consultor da Fundação Carlos Vanzolini da USP, na área de Currículo e nos programas Apoio ao Saber e Leituras do Professor da Secretaria de Educação de São Paulo. É escritor e professor Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo. Autor de mais de 50 títulos por diversas editoras, lançou em 2013 O jovem Mandela (Editora Nova Alexandria);  em maio de 2015, nos 90 anos de Malcolm X, O jovem Malcolm X, pela mesma editora; no mesmo ano publicou A lenda do belo Pecopin e da bela Bauldour, tradução do francês e adaptação para HQ do clássico de Victor Hugo, pela editora Mercuryo Jovem. Leciona atualmente para a Educação Básica e para o EnsinoSuperior privados. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário